Notícias

CNT se posiciona sobre investimentos em infraestrutura


Em nota à imprensa, Confederação Nacional do Transporte (CNT) diz que investimentos anunciados pelo governo federal são insuficientes.

 

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou nesta sexta-feira (1º) que o governo prevê contratar, por meio do programa de concessões, R$ 100 bilhões de investimentos em rodovias para os próximos 30 anos.

“Com esse anúncio pífio, o governo frustra a todos nós, transportadores e sociedade em geral. Sem fortes investimentos em infraestrutura de transporte, o Brasil não cresce”, avalia o presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Clésio Andrade. 

O cálculo do ministro corresponde a um investimento privado anual médio de cerca de R$ 3,3 bilhões por meio de concessões. É metade do que foi investido pelas concessionárias em 2017 (R$ 6,7 bilhões) ou por meio do orçamento público em 2018 (R$ 7,4 bilhões). Está muito longe da necessidade do país.

Segundo Clésio Andrade, só para fazer as obras mais urgentes, como reconstrução, restauração e readequação das vias desgastadas são necessários R$ 48 bilhões em investimentos imediatos.

 

Rodovias em más condições

A Pesquisa CNT de Rodovias 2018 atesta que 61,8% das rodovias pavimentadas brasileiras estão em más condições, classificadas como regulares, ruins ou péssimas. Vale ressaltar que apenas 12% da malha rodoviária do país são pavimentadas.

A Confederação calcula que, para recuperar e tirar o setor rodoviário de um atraso de mais de 40 anos, é necessário investir R$ 566,6 bilhões em 981 projetos de infraestrutura rodoviária de integração nacional e mais 234 projetos urbanos.

Quando se trata de infraestrutura de transporte em todos os modais (rodovias, ferrovias, hidrovias, portos e aeroportos) a necessidade de investimentos chega a R$ 1,7 trilhão, de acordo com levantamento da CNT. “O governo sozinho não tem condição de fazer frente a esse volume de investimentos. Por isso, é importante conhecer as reais necessidades e abrir o setor para a participação maciça da iniciativa privada”, ressalta o presidente da CNT.

 

Fonte: CNT


Hist?rico

Informe CNT: excesso de cargas aumenta custo das empresas

Enviado em: 23 de abril de 2019

Notícias

CNT realiza sondagem sobre pagamento de pedágio

Enviado em: 23 de abril de 2019

Notícias

Confira as próximas capacitações do Setcemg

Enviado em: 22 de abril de 2019

Notícias

Obtenção de AET no Setcemg: novo serviço ao associado

Enviado em: 18 de abril de 2019

Notícias

Setcemg alerta para a restrição de tráfego na Páscoa

Enviado em: 18 de abril de 2019

Notícias

Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais

Av. Antônio Abrahão Caram, 728 | Bairro Pampulha
Belo Horizonte - MG | Cep: 31275-000

Telefone: (31) 3490-0330

© 2015 SETCEMG Todos os direitos reservados