Notícias

Silvio Munhoz fala sobre inovação no transporte no Encontro de Empresários do Setcemg


Enviado em 10 de Julho, 2018

Diretor de vendas de caminhões da Scania para o Brasil foi o convidado especial do Encontro de Empresários do TRC, que reuniu 165 pessoas no restaurante Xapuri, em Belo Horizonte.

 

Na noite de quarta-feira (4), o Setcemg recebeu transportadores e representantes de empresas fornecedoras da cadeia do transporte para mais uma edição do Encontro de Empresários do TRC. O evento, que faz parte do projeto Apoiadores do Setcemg, reuniu 165 transportadores que tiveram a oportunidade de ouvir o diretor de vendas de caminhões da Scania para o Brasil, Silvio Munhoz, falar sobre o comportamento da indústria de caminhões e as inovações oferecidas pela Scania.

Antes da apresentação, o presidente do Setcemg, Gladstone Lobato, reforçou a importância dos transportadores se unirem para fortalecer o setor. “Esse projeto visa fortalecer o transporte rodoviário de cargas. Além de trazer pessoas que podem agregar ao nosso conhecimento, queremos apresentar as soluções que temos à disposição do setor para melhorar nossos negócios”, afirmou.

 

Mercado de caminhões na crise

Silvio Munhoz começou sua apresentação com um breve panorama do mercado de caminhões. Segundo ele, até junho, o mercado de pesados cresceu 67% no país, um índice significativo diante do cenário econômico do país. “Conseguimos crescer, apesar de vir de uma base sofrível após alguns anos de crise que derrubaram a comercialização de caminhões. Neste período, a Scania cresceu 70%, graças à agricultura, que alavancou o mercado de pesados”, afirmou.

Segundo Munhoz, a forte recessão dos últimos anos não mudou a visão da Scania de que um novo ciclo de crescimento requer investimento. Assim, em 2017, a empresa decidiu que irá investir nos próximos três anos R$ 2,6 bilhões para ampliar a capacidade produtiva e modernizar processos no Brasil. “Sabemos que o país terá necessidade de movimentação de carga e isso vai demandar caminhões”, destacou.

 

Caminhão conectado

Para o executivo, além do foco em investimentos visando o médio e longo prazo, a  Scania vem há muitos anos investindo em tecnologia de conectividade como uma forma de se destacar no mercado. Segundo ele, todo caminhão sai de fábrica com uma black box que contém um chip GPRS que transmite orientações de performance, manutenção e dirigibilidade para a sede da empresa na Suécia. “Por meio desse sistema é que podemos atuar junto aos operadores, trabalhando em soluções para reduzir o consumo de combustível, aumentar a segurança e contribuir para o custo de manutenção”, destacou.

Hoje, a empresa possui 350 mil caminhões conectados no mundo, sendo 10 mil no Brasil. Todos eles fornecendo informações a um banco de dados, 24h por dia e sete dias por semana. “Temos um grande volume de informações das condições mais diversas da operação acumuladas em uma engenharia de dados. São 47 milhões de quilômetros, o que representa duas voltas no planeta. Uma base de inteligência muito grande que nos permite ter uma visão variada de operações e, assim, contribuir com vocês em redução de custo e otimização da operação”, afirmou.

 

Sustentabilidade

Munhoz também falou sobre a visão da empresa sobre a sustentabilidade, que vai além da ambiental. Segundo ele, “é preciso pensar também nos pontos de vista social e econômico”.

Com essa visão integrada, a Scania desenvolveu e oferece serviços cada vez mais individualizados, específicos para cada modalidade de transporte. “Temos obrigação de desenvolver e entregar caminhões e serviços cada vez mais sob medida. A Scania tem pensado sempre em oferecer serviços conectados para viabilizar um custo operacional mais baixo, programas de qualificação para que os operadores tirem o melhor proveito da máquina ou do conjunto, além é claro, dos motores com tecnologia que geram uma redução de consumo de combustível e de emissão de CO₂”, destacou.

Ele também apresentou os programas de manutenção inteligentes adequados a cada uma das aplicações do transporte. Conheça-os no site da Itaipu Scania.

 

 

Tecnologia demanda capacitação

 

Após a apresentação de Munhoz, o presidente da Fetcemg, Sérgio Pedrosa, aproveitou para falar sobre a presença cada vez maior da tecnologia no setor de transporte.

 

Segundo ele, com tantos dados, conectividade e inteligência artificial presentes nas operações de transporte, a demanda do setor em relação à qualificação dos trabalhadores tem aumentado. “Não adianta ter caminhões com tecnologia de ponta se não temos motoristas, mecânicos e funcionários treinados e preparados para utilizá-los. E hoje, a tecnologia está presente não somente na máquina, mas no gerenciamento de rota, de jornada, no departamento financeiro da empresa, e até na produtividade”, afirmou.

 

Ele destacou o esforço da Confederação Nacional do Transporte (CNT), por meio do Sest Senat, em atender ao setor com treinamentos e programas inovadores específicos para o setor. “Neste sentido, os empresários de transporte podem contar integralmente com o Sest Senat, que tem acompanhado a evolução do mercado. Além de oferecer mais de 200 tipos de treinamentos, a instituição está sempre disposta a ouvir os empresários para atender às suas demandas. O Sest Senat trabalha para ajudar as empresas a aproveitarem da melhor forma a tecnologia disponível e assim, desenvolver ainda mais o transporte”, finalizou.

 

 

Apoiadores do Setcemg

O Encontro de Empresários do Transporte Rodoviário de Cargas é um projeto de sucesso criado pelo Setcemg que visa promover o relacionamento entre transportadores e fornecedores da cadeia de suprimentos e, desta forma, criar soluções inovadoras para seus negócios. No evento, os apoiadores têm espaço para apresentar os seus produtos e serviços.

Nesta edição, a Sascar - Tecnologia e Segurança Automotiva, apoiadora do Setcemg, apresentou seus serviços e soluções. Os representantes da empresa Wagner Costa e Leonardo Santos falaram sobre as principais soluções oferecidas pela Sascar para a prevenção de acidentes, controle de custos, gerenciamento de risco, proteção da carga e conservação e recuperação da carga. Eles também apresentaram um case de sucesso de um cliente parceiro.

A Sascar é um empresa do grupo Michelin especializada em gestão de frotas e monitoramento de veículos e cargas. Saiba mais no site sascar.com.br.

 

Confira as fotos do evento no nosso Flickr.

 

O Setcemg agradece o apoio de todos os seus parceiros: Itaipu Scania, Sascar, Treviso Volvo, Vipal Borrachas, Sighra, Grupo Apisul, Suatrans – Grupo Ambipar, Gertran, Minasmáquinas Mercedes, Autotrac, Via Trucks DAF, Raízen Shell, Labfar, Cardiesel Mercedes, Laboratório Sodre e Atmo Hazmat.

Faça parte deste time! Mostre a sua marca para o setor de transporte rodoviário de cargas em Minas Gerais.


Hist�rico

17 de setembro - Dia do Transportador

Enviado em: 17 de setembro de 2018

Notícias

Próximas capacitações

Enviado em: 14 de setembro de 2018

Notícias

A justiça gratuita após a vigência da reforma trabalhista

Enviado em: 10 de setembro de 2018

Notícias

Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais

Av. Antônio Abrahão Caram, 728 | Bairro Pampulha
Belo Horizonte - MG | Cep: 31275-000

Telefone: (31) 3490-0330

© 2015 SETCEMG Todos os direitos reservados