Notícias

Setcemg e Fetcemg alertam para o aumento nos casos de dengue em Minas Gerais


Enviado em 13 de Maio, 2019

O número de casos prováveis da doença já aumentou 1000% em relação ao ano passado, sendo contabilizados 209.276 casos no estado, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Governo estadual já decretou situação de emergência. A melhor maneira de prevenir a doença ainda é o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zica vírus. É hora de combater o mosquito!

 

O estado de Minas Gerais vem enfrentando um crescente número nos casos de dengue. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) já registraram mais de 140 mil casos da doença, entre suspeitos e confirmados, além de 25 mortes confirmadas e 82 mortes seguem em investigação. Além da dengue, o Aedes aegypti transmite ainda a febre amarela, chikungunya e o zica vírus.

A melhor forma de prevenir a doença continua sendo combater o mosquito transmissor, adotando cuidados simples e cotidianos. E você, transportador, seja na sua casa ou no seu trabalho, faça a diferença para acabar com o vetor transmissor das doenças.

Para evitar a proliferação é bem fácil e não leva muito tempo. Bastam 10 minutos semanais fazendo um check-list em sua residência e local de trabalho nos principais lugares que podem armazenar água parada e que devem ser inspecionados.

Confira alguns pontos:


Cuidados dentro das casas e apartamentos

  • Tampe os tonéis e caixas d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Armazene o lixo em baldes com tampa;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente os pratos de vasos de plantas ou preenche-os com areia;
  • Limpe os potes de água para animais com escova ou bucha;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.


Área externa de casas e condomínios

  • Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
  • Limpe ralos e canaletas externas;
  • Tenha atenção com bromélias, babosa e outras plantas, que podem acumular água;
  • Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
  • Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

Na empresa

Além dos cuidados já citados, a atenção deve ser redobrada com o descarte de pneus, lonas e sucatas para que não acumulem água. Outros equipamentos como reboques, implementos e veículos que ficam parados por muito tempo também devem ser verificados, pois podem se tornar criadouros do mosquito. As carrocerias dos caminhões também merecem atenção, uma vez que elas podem se tornar um criadouro e ainda servem como transporte do inseto para outras partes do país.

 

Toda ação desenvolvida para o combate ao mosquito é importante para exterminar o vírus causador das doenças. E você é essencial nessa luta!

#todoscontraoAedes


Hist?rico

Última AP sobre piso mínimo do frete será dia 23

Enviado em: 20 de maio de 2019

Notícias

Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais

Av. Antônio Abrahão Caram, 728 | Bairro Pampulha
Belo Horizonte - MG | Cep: 31275-000

Telefone: (31) 3490-0330

© 2015 SETCEMG Todos os direitos reservados