GT de RH recebe palestra sobre adoecimento no transporte

Estar atentos ao equilíbrio físico, mental e emocional dos colaboradores e, principalmente, dos motoristas é item importante para o sucesso das empresas. Com este foco, o Grupo Técnico de Trabalho de Recursos Humanos (GT RH) do Setcemg recebeu, na última quarta-feira (11), a mestre em psicologia do trabalho, Camila Renata Alves, para uma palestra sobre “Adoecimento”. Esta foi a sétima reunião do GT neste ano.

Camila iniciou sua palestra mostrando que vários estudos indicam uma associação de formas de organização do trabalho no transporte rodoviário de cargas e o aparecimento de transtornos mentais nos motoristas. Segundo Camila, estar longe do convívio social e familiar por um tempo longo, como é o caso de alguns motoristas, propicia em alguns casos o adoecimento.

Ela deu algumas dicas para trabalhar com a questão, alertando que os departamentos de recursos humanos das empresas ganham relevância neste sentido. “É importante acolher este profissional, ouví-lo e seu gerente tirar um tempo nesta escuta”, diz.

A coordenadora de Recursos Humanos da Lenarge e também do GT de RH do Setcemg, Pollyanna Vieira, corrobora com a informação da psicóloga no dia a dia da empresa. “Fazemos avaliações anuais em nossa empresa, e por meio dos testes conseguimos perceber traços de depressão e ansiedade. Assim, pedimos aos gestores um contato mais próximo, individualmente”.

Para o gerente do Setcemg, Renato Marques, os grupos técnicos antecipam problemas e buscam soluções em comum, melhorando a performance das empresas.  Ele lembra que a participação nos GT’s é um dos benefícios oferecidos pela entidade às suas associadas.

Convenção Coletiva e Comunicação

Os assessores Jurídico Trabalhista da Fetcemg, Jeferson Oliveira, e de Comunicação, Helena Costa, deram seus recados para integrantes do grupo antes de iniciar a palestra.

Jeferson esclareceu sobre a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT/2019) no estado, lembrando que a Fetcemg trabalha para unifica-las facilitando o trabalho das empresas. Informou que algumas convenções aguardam homologação, mas que no entanto as cláusulas econômicas estão acertadas e não terão alterações. “Sugerimos que as empresas já adotem a CCT a título de antecipação”, instruiu Jeferson.

Sobre a Comunicação da entidades, Helena falou do trabalho nas diversas mídias e, atualmente, no empenho nas redes sociais, sugerindo que as empresas sigam a Fetcemg e o Setcemg nas redes.

Deixe um comentário