Motorista de caminhão: Nova Realidade

A realidade da profissão de motorista no Brasil mudou consideravelmente nos últimos anos. Pesquisa divulgada recentemente pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revela que nos últimos três anos, os caminhoneiros de todo o país aumentaram a sua renda mensal líquida média em cerca de 18%. O gestor administrativo do Setcemg, Renato Marques, falou em artigo publicado na Coluna Painel do Transporte do jornal O Tempo, do dia 25 de fevereiro, sobre a importância da qualificação e o trabalho do Setcemg nesta frente pela valorização da categoria. Confira!

A tecnologia está sempre em evolução e, no setor de transporte de cargas, as novidades costumam chegar em alta velocidade. Em tempos em que muito se fala sobre caminhões autônomos, sendo este tema uma realidade no mercado, há que se reconhecer que a boa e velha profissão de motorista também vive um momento favorável, apesar dos históricos problemas.

Pesquisa divulgada recentemente pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revela que nos últimos três anos, os caminhoneiros de todo o país aumentaram a sua renda mensal líquida média em cerca de 18%. A renda desses profissionais passou de R$ 3.892,84 para R$ 4.609,35 em média. A CNT entrevistou mais de mil profissionais, entre agosto e setembro do ano passado, sendo 714 autônomos e 352 empregados de empresas de transporte.

Uma causa primordial para esse resultado de valorização da categoria tem sido o grande esforço implantado pelas empresas, pelos profissionais e pelo Sistema S (no setor de Transporte, o Sest Senat), na qualificação dos motoristas.

O Setcemg, por exemplo, acredita que o investimento em treinamentos tem retorno certo para as empresas e desenvolve um amplo trabalho de capacitação e qualificação, oferecendo cursos em sua sede ou turmas in company dentro das empresas, com conteúdos que abrangem tanto as áreas técnicas quanto a de gestão e liderança.

Já o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) oferece cursos presenciais e a distância visando a preparação, promoção do emprego e renda e, acima de tudo, o sucesso profissional dos trabalhadores, garantindo maior capacitação e acesso ao mercado de trabalho.

Com uma infraestrutura robusta em tecnologia, como o uso de modernos simuladores de direção híbridos em cursos voltados a motoristas de cargas e de passageiros, a instituição colabora para tornar os condutores mais completos e promover uma direção segura e eficiente. Por extensão, propicia um trânsito menos violento e reduz os custos dos transportadores.

O setor de transporte percebeu a importância da qualificação. Com profissionais atualizados, as empresas ganham em produtividade e qualidade, a sociedade ganha em segurança e melhor prestação de serviços e os motoristas ganham em respeito e valorização da categoria.

Renato Marques
Renato Marques

Cargo Gestor Administrativo do Setcemg

Posts Relacionados

Deixar um comentário