NTC aponta melhora na demanda de transporte rodoviário de cargas no Brasil

A demanda por transporte rodoviário de cargas no Brasil voltou a apresentar leve melhora. É o que afirma a NTC&Logística na divulgação dos dados mais recentes da pesquisa, do período de 27 de abril 3 de maio. A entidade tem apurado com transportadoras de todo o Brasil o comportamento do mercado desde o decreto de pandemia do novo coronavírus, em meados de março.

Nos resultados apresentados nesta terça-feira (5), o setor agora vê uma queda de 41,41% em relação ao período pré-pandemia.

Na semana anterior, os números indicavam queda 44,8% na demanda geral pelo transporte, o que já representava a primeira semana de melhora no índice desde o começo da sondagem.

O novo levantamento indicou também que o percentual de empresas que tiveram queda no faturamento em função da pandemia diminuiu, passando de 90% na pesquisa anterior para 86% na atual.

Para cargas fracionadas, a sondagem apontou que a queda de demanda atingiu 43,18% ante os níveis pré-pandemia. Isso representa uma melhora de cerca de 4 pontos percentuais em relação à semana anterior.

Já para cargas lotação, a retração até a última semana atingia 39,96%, melhora de cerca de 3 pontos ante a pesquisa passada.

Segundo o presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio, “os números mostram que logo voltaremos à normalidade”.

Durante todo o período de extensão da pandemia, a NTC permanecerá acompanhando a baixa no volume de cargas até que tudo volte à normalidade.

Confira os resultados da pesquisa.

Posts Relacionados

Deixar um comentário