RESTRIÇÃO NAS RODOVIAS NO FERIADO DA SEMANA SANTA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou às 00h00 desta quinta-feira(01) à Operação Semana Santa 2021 em todo o País. No Piauí, a PRF promoverá o monitoramento dos indicadores acidentalidade e criminalidade, bem como o direcionamento de efetivo pra esses pontos. Será realizado policiamento ostensivo e preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, para garantir aos usuários das rodovias federais, segurança, conforto e fluidez no trânsito. Também haverá atenção especial nas vias urbanas de grande fluxo de veículos e nos corredores de tráfego típico de feriados. A expectativa da PRF é que haja um aumento no fluxo de veículos saindo de Teresina/PI para diversos destinos do estado e para fora dele. A PRF trabalha com um aumento na quantidade de veículos se deslocando de forma uniforme em todo o estado.

A ação contará com policiamento em escalas suplementares como forma de intensificar a fiscalização nos pontos onde há maior probabilidade de cometimento de infrações de trânsito que podem gerar acidentes graves. Entre os focos da fiscalização, as equipes da PRF deverão coibir o cometimento de infrações de Embriaguez ao Volante, Ultrapassagens em locais Proibidos, Não Uso do Cinto de Segurança, Não Uso do Capacete de Segurança e o Controle de Velocidade. O Trânsito de motocicletas também será alvo de fiscalizações específicas da PRF durante todos os dias da operação, que termina às 23h59 do domingo(04).

O pico de movimento na saída para o feriado deve se concentrar entre o fim da tarde e início da noite de quarta-feira(31) e durante todo o dia de quinta-feira(01). O retorno deve ter um fluxo maior de veículos de forma concentrada durante a tarde e a noite de domingo(04).

RESTRIÇÃO DE TRÁFEGO

Veículos de carga com dimensões ou pesos excedentes estarão impedidos de transitar em trechos de pista simples das 16h00 às 22h00 de quinta-feira(01), na manhã de sexta-feira(02), das 06h00 às 12h00 e das 16h00 às 22h00 de domingo(04).

Fonte: PRF

Deixe um comentário