GT DE SEGURANÇA DISCUTE ENFRETAMENTO AO ROUBO DE CARGAS DURANTE A PANDEMIA

Com o tema o “Uso da Tecnologia no Combate ao Roubo de Cargas durante a Pandemia” o Grupo Técnico de Trabalho de Segurança Logística do Setcemg, sob a coordenação de Ivanildo Santos, reuniu-se na última quinta-feira (29) em seu segundo encontro do ano.

Uma reunião especial que contou com palestras do engenheiro Bruno Barreto, da Omnilink, e do delegado titular da Delegacia Especializada de Roubo de Cargas de Santa Catarina, Osnei Valdir de Oliveira, e da inspetora, também da delegacia de Santa Catarina, Mylena Gomes Espíndola.

Mais de 40 pessoas participaram, dentre elas representantes das polícias Militar, Rodoviária Federal e Civil de Minas Gerais e de outras regiões; transportadores e especialistas, como o Coronel Souza, da NTC&Logística, e Getúlio Bezerra da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Análise de dados – aliada da prevenção

A conexão, informação e análise de dados como itens importantes no combate ao roubo e no gerenciamento de custos de uma empresa foram alguns dos destaques da exposição feita por Bruno Barreto, da Omnilink, durante  o encontro. Ele lembrou que a Omnilink, empresa apoiadora do Setcemg, tem soluções orientadas para enfrentar os riscos em canais com 24 horas de atendimento. “Fazemos a gestão do veículo onde quer que ele esteja”, afirmou.

No entanto, não adianta apenas ter os dados, é preciso que eles sejam constantemente analisados e verificados para evitar os roubso e gerenciar os negócios. Neste sentido, a Omnilink oferece uma gama variada de serviços para dar suporte ao transportador. “Com a pandemia, aumento de custos operacionais e necessidade de gestão a distância, a tecnologia no transporte de cargas passou de um cenário de “opcional” para “essencial”, com objetivo de mapear os riscos, melhorar processos e minimizar os custos, possibilitando maior competitividade”, finalizou Bruno.

Integração e Informação

É conhecimento comum o grande preparo e sofisticação da atuação das quadrilhas especializadas em roubo de carga e por isso mesmo a necessidade de que os transportadores estejam equipados para enfrentar esse crime, alertam os especialistas no assunto. “O uso da tecnologia dificulta as ações do criminoso que quer facilidade”, disse o delegado Osnei, lembrando que vale o princípio da oportunidade. “É uma briga constante de gato e rato. As organizações criminosas são muito poderosas e envolvidas em muito dinheiro”.

Nesse cormbate, a integração e informação rápida são fatores que somam a favor da segurança, destacou a equipe de Santa Catarina. Naquele estado, a exemplo de Minas Gerais, transportadores e policiais reúnem-se em grupos de comunicação onde dados e ocorrências são compartilhados praticamente em tempo real. Estratégia primordial no combate ao roubo.

Finalizando o encontro, o coordenador do GT de Segurança Ivanildo Santos destacou a competência do trabalho realizado em Minas Gerais pelas polícias Rodoviária Federal, PMMG, pela Delegacia de Cargas, pela Guarda Municipal de Belo Horizonte, cujas ações efetivas resultaram em várias prisões durante esse período de pandemia.

Nota: A palestra da Omnilink está a disposição daqueles que participaram da reunião. Caso tenha interesse, entrem em contato com gerencia@setcemg.org.br.

Deixe um comentário

Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.