SEST SENAT atende quase 90 mil motoristas de caminhão

Um trabalho que tem feito a diferença para milhares de trabalhadores do transporte e suas famílias. Na última semana, a mobilização nacional do SEST SENAT contra o coronavírus já atendeu quase 90 mil caminhoneiros em todo o Brasil.

A ação, iniciada no dia 27 de março, tem como objetivo principal dar suporte aos trabalhadores do transporte que precisam continuar atuando neste momento de crise para garantir o abastecimento do país.

As equipes estão distribuindo kits de alimentação e de higiene. A expectativa é alcançar a marca de 100 mil kits distribuídos na primeira fase da ação. A partir desta sexta-feira (3), o SEST SENAT também passa a distribuir 13 mil litros de álcool 70% para auxiliar os caminhoneiros na higienização das mãos e dos veículos, material que é fruto de uma parceria com as empresas Ambev, Raizen, Shell, Trizy, Ype e o Ministério da Infraestrutura.

Em Minas Gerais, a ação conta com o apoio da Fetcemg e sindicatos filiados, e também das equipes do Despoluir, que estão distribuídas em pontos focais de cada região.

Ampliação dos locais de atendimento

A cada dia, novos locais estão sendo incluídos na mobilização atendendo pedidos que os motoristas têm enviado ao SEST SENAT. “Começamos com 130 pontos. Agora, já passamos de 200 locais de atuação”, afirma o presidente da CNT e dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT, Vander Costa.

Segundo o dirigente, a proposta inicial do SEST SENAT é permanecer com a campanha enquanto os motoristas estiverem enfrentando dificuldades, porém, o cenário após a edição da MP n.º 932, que define um corte de 50% nos recursos da instituição, pode alterar isso.

Veja, aqui, os locais de realização da ação.

Atenção à saúde

Além de dar apoio aos transportadores em um momento de fechamento de pontos comerciais e isolamento social, a ação também oferece atenção à saúde dos motoristas de caminhão, que durante os atendimentos são orientados sobre os sintomas da Covid-19 e recebem instruções de como higienizar a cabine do caminhão e as mãos, preservando-se. As equipes ainda medem a temperatura corporal dos caminhoneiros.

Até a noite de quinta-feira (2/4), 72 motoristas tinham sido encaminhados para unidades de saúde devido a identificação de febre associada a outro sintoma da Covid-19 (na maioria dos casos, falta de ar). O SEST SENAT tem monitorado esses casos ao longo dos dias para saber se houve evolução dos sintomas. Até quinta-feira, não havia registro de casos de contaminação entre o público atendido.

Atuação do Sest Senat

 É importante destacar que o SEST SENAT, nos diferentes estados brasileiros e no Distrito Federal, está sujeito à obediência de decretos que determinam a suspensão de atividades e proíbem aglomerações de pessoas. Cumprir essas determinações é uma responsabilidade de todos para evitar a propagação do novo coronavírus. O presente momento exige cuidado para que se evite o agravamento do problema e não se coloque em risco a saúde de mais brasileiros.

 

Fonte: SEST SENAT

Ação realizada em Contagem-MG

Posts Relacionados

Deixar um comentário