SEST SENAT realiza mobilização nacional de apoio a transportadores

Instituição desenvolve ação de apoio aos trabalhadores que estão garantindo o abastecimento das cidades e a oferta de serviços essenciais

 

Nesta sexta-feira (27), o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT) dá início a uma mobilização nacional de atenção aos trabalhadores do setor de transporte. Equipes devidamente orientadas quanto ao cumprimento dos protocolos definidos por autoridades de saúde estarão em mais de 130 pontos de rodovias distribuindo produtos de higiene e de alimentação aos motoristas, principalmente aos caminhoneiros, que têm enfrentado dificuldades em razão das restrições impostas ao funcionamento de estabelecimentos comerciais em todo o Brasil. A Fetcemg e seus sindicatos filiados apoiam a mobilização em Minas Gerais.

Veja os pontos de apoio em todo o país aqui.

Articulação com o governo e vacinação

O SEST SENAT, por intermédio da Confederação Nacional do Transporte (CNT), solicitou ao governo federal a inclusão dos motoristas no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a gripe, que iniciou nesta semana. Também colocou à disposição as suas 155 unidades operacionais bem como as 55 vans do Programa CNT SEST SENAT de Prevenção de Acidentes para auxiliar nessa ação. A instituição aguarda agora a disponibilização das doses para que os trabalhadores comecem a ser imunizados. Essa medida é considerada fundamental para reforçar a proteção da saúde desses profissionais, que circulam por todo o país e estão garantindo o abastecimento das cidades, e minimizar o risco de sobrecarga ao sistema público de saúde.

Apoio do DESPOLUIR

As equipes do DESPOLUIR de todo o país estarão presentes nessa mobilização colaborando na distribuição de kits contendo, sabão, sabonete, papel toalha, máscaras, luvas, kit lanche e, assim que for disponibilizado pelo Ministério da Saúde, vacinas contra a gripe (Influenza). Nesta sexta-feira, a equipe da Fetcemg estará presente na unidade do Sest Senat do bairro Jardim Vitória.

“Enquanto todos precisam se isolar, outros precisam garantir que a vida, a economia e a distribuição continuem. Os caminhoneiros não podem parar e precisam de todo apoio nessa missão”, afirma a gerente da Fetcemg, Vanessa Borges.

Posts Relacionados

Deixar um comentário