Breno Barbosa: história de coragem e fé

A história de Breno Oliveira Barbosa, o Motorista Nota 10 da Transpes, começou de uma forma bem diferente das outras vistas aqui nas últimas semanas. Uma história que começou com um sonho e a necessidade de ter um trabalho, e se desenvolveu com uma boa ideia, uma dose de coragem e muita Fé em Deus.

Era agosto de 2017 e o Breno, que já tinha sido motorista de caminhão truck, estava desempregado. Sua meta era conseguir sustentar dignamente sua família, que celebrava a chegada de sua filha – que na época era um bebê de apenas quatro meses de vida, e pagar o aluguel. Ele também tinha o sonho de ser motorista carreteiro, embora não tivesse experiência na função.

Com o país em meio a uma crise, muitos falavam que naquele momento seria impossível ele achar uma nova colocação, ainda mais sem experiência na função que queria ou uma indicação. Mas a fé o fez acreditar que ele não podia desistir, pois a qualquer hora Deus iria o honrar com um trabalho.

Com coragem, Breno foi à luta

Foi então que em um ato de coragem, Breno teve a ideia de fazer uma faixa na qual escreveu um resumo das suas experiências e decidiu passar o dia estendendo-a em um semáforo na Avenida João César de Oliveira, em Contagem, próximo ao bairro Cincão. “Fui iluminado por Deus”, resume.

Breno conta que deixou seu celular com a esposa e levou o telefone dela para a rua. “Era quase meio-dia, ela me ligou dizendo que o meu telefone não parava de tocar. As pessoas que passavam tiravam fotos minhas com a faixa estendida e colocavam nas redes sociais como Instagram, Facebook e Whatsapp”, recorda.

Muitos convites para trabalhar e a oportunidade na empresa dos sonhos

O ato de coragem transformou Breno em um “meme”. Ele concedeu entrevistas para a rádio Super Notícia e foi destaque no jornal impresso. Recebeu ligações de todo o país e duas ligações internacionais. “Foi uma repercussão inacreditável!”, lembra.

Mas, segundo conta, o melhor estava por vir: no mesmo dia, por volta das 21 horas, ele iria desligar o celular para poder descansar um pouco, mas decidiu atender a uma última ligação. “Era alguém de muita importância da Transpes dizendo para eu ficar tranquilo que eu seria convocado para a seleção de motoristas da empresa”, conta.

Os dias seguintes foram de muitas entrevistas, propostas e expectativas proporcionadas pela repercussão da faixa. Breno compareceu a várias entrevistas e participou do processo seletivo na Transpes, empresa da qual faz parte há 3 anos. “Deus é tão perfeito que conhecia meu coração e sabia que o meu sonho era ser contratado pela Transpes”, afirma.

Investimento na qualificação para realizar os sonhos

Breno conta que passou por todo o processo seletivo da Transpes e como não tinha experiência como motorista carreteiro recebeu a oferta de uma vaga de motorista de escolta de cargas especiais. “Eu aceitei sem hesitar, pois tinha certeza que com a minha dedicação eu iria chegar onde eu sempre sonhei, ser motorista carreteiro. Eu só precisava de uma oportunidade para mostrar a minha verdadeira vocação”, conta.

Após dois anos como motorista de escolta e muitos treinamentos e cursos, Breno foi classificado para a tão sonhada função. “Como se trata de transporte de cargas excedentes, tive um intenso aprendizado teórico e prático que me proporcionou trabalhar com qualidade e segurança”.

“Meu foco era ingressar em uma empresa de renome nacional – e eu diria até mesmo internacional – para ali eu me realizar profissionalmente. Agradeço a todos que direta ou indiretamente me apoiaram e ajudaram a chegar onde cheguei!”, assente.  “Um forte abraço e ‘vamos que vamos’, pois a estrada da vida é longa! Deus no comando! ‘Tudibão!’”, finaliza.

Parabéns, Breno! Você, além de trabalhar na empresa que sempre quis, na função que sempre desejou, ensinou para todos nós que nunca devemos desistir dos nossos sonhos. Você é um Motorista Nota 10!

Posts Relacionados

Comentários (1)

Marinete Freitas

Sim. Eu conheço esse grande guerreiro! Tive a oportunidade de acompanha-lo de perto, durante um certo tempo! Ainda continuo a acompana-lo, agora de longe, pois moramos em cidades diferentes. Agradeço imensamente a oportunidade que essa empresa lhe dá. Podem ter certeza, é um menino de “ouro”, valente, forte e muito responsável. Sei das lutas que ele enfrentou e venceu por colocar Deus acima de tudo!
Parabéns guerreiro!
Parabéns Transper, por ter um profissional tao valioso!

Deixar um comentário